quinta-feira, 27 de março de 2014

30 Coisas Que Você Deve Parar De Fazer A Si Mesmo. A #10 É Uma Necessidade Absoluta.

Marc e Angel, dois escritores passionais, life-hackers e “admiradores do espírito humano”, chegaram a uma lista de 30 coisas que você parar de fazer a si mesmo. Se você gosta da listagem deles, visite o site deles e se inscreva em sua surpreendente lista de novidades.
#1. Pare de perder tempo com as pessoas erradas. – A vida é muito curta para perder tempo com pessoas que sugam a sua alegria para fora de você. Se alguém quer você em sua vida, eles vão criar espaço para você. Você não deveria ter que lutar por um lugar. Nunca, jamais insista em aparecer diante de alguém que subestima o seu valor. E lembre-se, seus verdadeiros amigos não são as pessoas que estão ao seu lado quando você está vivendo seus melhores dias, mas sim aqueles que permanecem mesmo nos piores momentos.

segunda-feira, 24 de março de 2014

MEU LIVRO "MENTE VERSUS CORAÇÃO"

Se quiser baixe o livro gratuitamente AQUI
faça o login no 4shared para baixar, basta clicar em login pelo facebook. Caso não consiga, envie-me um email que terei prazer em lhe mandar. (claudionhoracio@gmail.com).


CONTRA CAPA:

Durante muitos anos aceitei um dos muitos livros sagrados como sendo a verdade, no meu caso, como fui cristão, o livro foi a bíblia.
Nesse livro tido por sagrado para esse grupo religioso, está escrito:
“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” (Jeremias 17:9).
Portanto, para aqueles que abdicaram da razão em favor de textos que para eles são sagrados, é correto pensar que o coração jamais deve ser seguido, visto ser enganoso e perverso.
Por outro lado, a razão, igualmente, não pode ser seguida, visto que houve a corrupção do ser humano causada pela desobediência a Deus, e por esse motivo nos tornamos pecadores, ou seja: nos tornamos corrompidos pelo pecado, pelo desvio do alvo, e a razão humana não pode ser a verdade, por isso a única fonte de verdade são as “Sagradas Escrituras”.

segunda-feira, 10 de março de 2014

SERES HUMANOS E SUAS ESQUISITICES

Nos anos 70, Marina Abramovic viveu uma intensa história de amor com Ulay. 

Durante 5 anos viveram num furgão realizando todo tipo de performances. Quando sentiram que a relação já não valia aos dois, decidiram percorrer a Grande Muralha da China; cada um começou a caminhar de um lado, para se encontrarem no meio, dar um último grande abraço um no outro, e nunca mais se ver.

23 anos depois, em 2010, quando Marina já era uma artista consagrada, o MoMa de Nova Iorque dedicou uma retrospectiva a sua obra. Nessa retrospectiva, Marina compartilhava um minuto de silêncio com cada estranho que sentasse a sua frente. Ulay chegou sem que ela soubesse...