sábado, 21 de março de 2015

COMO EXCLUIR DEFINITIVAMENTE SEU FACEBOOK

Este link o direcionará para a página de exclusão de sua conta no Facebook.

Lembre-se que este processo não é apenas para desativar sua conta, mas para excluí-la definitivamente.

Clique em "Excluir minha conta".


quinta-feira, 19 de março de 2015

Assim é a vida, aproveita!

Na vida nos enganamos em diversas ocasiões, isso ocorre com situações, empregos, crenças, pessoas... É interessante nos ver olhar para trás e enxergar fatos óbvios que não víamos na ocasião, isso se chama experiência.

Conforme a idade, sofremos tipos diferentes de transformações e o tempo nos dá as experiências necessárias para que alcancemos a maturidade.

Quantos autoenganos, quanto desperdício de tempo e, portanto, de vida tivemos? Sim, pois ao nos dedicarmos aos projetos que fracassaram, sejam eles profissionais ou pessoais, investimos vida e tempo. Acontece que não há outro modo de aprendermos, exceto nos dedicando a tudo o que a nossa alma deseja e pagar o preço para ver o resultado.

Muitas vezes obtemos a vitória que nos recompensará com o que queríamos e ansiamos; noutras, a decepção e o fracasso nos ensina com muitas dores, o que desconhecíamos, mas que agora sabemos porque vivemos.

Os prismas dos olhares vão sendo transformados de acordo com o decorrer da vida, pois o que nos é agradável ao paladar hoje, amanhã pode nos ser desprezível; nossos gostos vão mudando, vamos nos tornando mais exigentes com o fundamental e complacentes com o básico da vida. Já não temos tanta pressa desnecessária e nem paciência para bobagens, futilidades e coisas inúteis.

Pessoas que valorizávamos já não nos são caras, outras, tornaram-se fundamentais, essenciais e especiais; alguns se foram, outros chegaram e muitos permaneceram, porém, todos necessários para a nossa evolução pessoal.

As lições aprendidas vieram de todas as interações que tivemos; dos lugares que passamos e dos Universos pessoais que conhecemos e tocamos. A vida parece passar rápido quando amadurecemos, lenta quando crianças e indiferente quando jovens; tudo tem seu contexto, sua dor e seu êxtase.

O essencial é mantermos a fé, a esperança e o amor, já que sem esses atributos fica impossível viver pacificado.

Por tudo isso acho a vida bela, indescritível em sua pedagogia e exercícios de caráter, pacificação, harmonia interior; todo fôlego coopera para alcançarmos o destino final para o qual Deus nos criou. E se vejo transformações absurdas numa única encarnação, imagine se realmente houver inúmeras delas para nos adestrar no bem e no amor.

De qualquer forma, vivendo uma única encarnação ou diversas, o fato é que há uma estratégia divina que nos fará seres conscientes e bons. Pessoalmente me é insignificante saber quais estratégias são essas, o importante é sabermos que estamos a caminho.

Ninguém no Universo é estático e imutável, todos crescemos, mudamos, sofremos metamorfoses e agregamos qualidades. Caímos, nos machucamos, sofremos, nos reerguemos, mas nunca mais seremos os mesmos e, assim, evoluímos e conquistamos o que nos falta de conhecimentos e vivências.

A vida é o mais fascinante de todos os sonhos, assim como a morte é o despertar de todos os mistérios que desconhecemos enquanto dormimos nesse pijaminha de carne que vestimos para interagir nessa dimensão da existência.

_/\_ NAMASTÊ!

Cláudio


VIVA!


segunda-feira, 9 de março de 2015

CINQUENTÃO

Hoje completo meio século nesse escafandro de carne. Percebo claramente os efeitos do tempo sobre ele; sobre a memória emocional e histórica.

Sinto-me cansado como a um trem que parou em diversas estações: pessoas entraram, pessoas partiram; gente de todos os tipos e gostos a entrar e a sair, a ficar e a partir.

Olho para trás e vejo as inúmeras transformações, lembro-me de antigas mentalidades e os efeitos dos diversos paradigmas abandonados; recordo-me sem saudade dos hormônios em ebulição, da testosterona me acelerando e provocando agressividades inúteis e desnecessárias.

Lembro-me do vigor da juventude, das ilusões e dos sonhos ultrapassados; das noites acordadas, dos temores abandonados e da vida transformada.

Recordo-me de muitas coisas, sinto saudade e desejo de algumas vivências e desprezo e indiferença por outras; escuto os suspiros da alma a dançar com as alegrias vividas e sinto o perfume no olhar da vida em momentos de puro êxtase de felicidade plena instantânea.

Vivemos a gula dos olhos a buscar a saciedade da alma, o orgulho da altivez juvenil a transformar o caminho em guerra e recebemos a paga dessa postura com a exaustão que nos transforma em seres humanos melhores.

O tempo é o único remédio, pois a vida nos ensina e nos adestra, e nessa forja, somos moldados de acordo com a verdade. Dessa forma, aprendemos apanhando, tropeçando, caindo e levantando, nessa ginástica pedagógica, fantástica e sensacional que é a vida no planeta Terra.

E quando envelhecemos, percebemos que a intolerância se foi, a ansiedade e o medo se esvaíram; as certezas absolutas foram substituídas pelas dúvidas razoáveis e que os “serás” e os “por quês” dissiparam-se na confiança e na fé inabalável.

Tudo isso são experiências que só o tempo nos proporciona, tudo o que precisamos viver, viveremos; todas as fontes de angústias e dúvidas são necessárias para a aquisição das certezas e do regozijo.

Assim, tudo o que tenho a fazer é agradecer. Agradeço a Deus e a todas as pessoas que cruzaram o meu caminho, pois cada um de vocês me ensinou exatamente o que eu precisava aprender. Todos vocês foram meus professores e meus alunos, cada qual deu a sua preciosa contribuição para a construção de um ser humano melhor; todos participaram da minha evolução; dessa evolução na qual ainda hoje, estou apenas engatinhando.

_/\_ Namastê!


Cláudio Nunes Horácio