segunda-feira, 13 de outubro de 2014

SEJA GRATO, SEJA FELIZ!

Ser feliz é fácil! Basta ser grato por tudo o que somos e tudo o que temos. Sou imensamente grato porque tenho Deus no coração, possuo a mim mesmo irrestritamente, a melhor família é a minha, pois tenho filhas, netos, irmãos... incríveis, namoro a mulher mais instigante, virtuosa, centrada e sensacional do mundo, trabalho com o que gosto, sou culto e consciente, tenho amigos sinceros, durmo tranquilamente todas as noites, vivi tudo o que quis sem medo do desconhecido, me lancei na vida, me arrisquei, caí e levantei, me reconstruí inúmeras vezes e a cada uma delas me tornei melhor, mais forte e mais feliz. Sei muito bem o que é estar vivo e conheço todos os êxtases disso bem como todas as dores da alma, e tenho plena convicção e consciência de como tudo isso é passageiro.

SOU GRATO, SOU FELIZ!

_/|\_ NAMASTÊ!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

FICOU LINDO

EM QUÊ EU CREIO?


Se eu lhe contar no quê acredito você enlouquecerá!

Acredito na vida eterna e na imortalidade da alma.

Acredito no Amor e na união conjugal para muito além de uma única vida terrena, mas sei que há
gente dissimulada, manipuladora, falsa, fingida e infinitamente mentirosa simulando amor inexistente
para se dar bem.

Acredito na morte e na extinção total e irrestrita do amor conjugal não correspondido, não alimentado e não preservado por ambos, visto que não há amor conjugal unilateral; não existe amor não correspondido, pois nesse caso é obstinação, mas jamais amor.

Acredito que o corno é o traidor e que a deslealdade é infinitamente pior que a traição, pois traição é carnal e sexual, enquanto a deslealdade é uma deficiência de caráter espiritual que contamina muito mais do que o corpo do enganador. Sexo pra mim não tem tanto peso quanto o caráter de uma pessoa, por isso vejo a traição sexual como insignificante se comparada a deslealdade da mentira, do engano e do engodo.

Acredito em vidas extraterrestres, OVNIS, UFOS e ETs.

Acredito em Anjos celestiais e em demônios humanos;
na encarnação do bem e na destruição total do mal,
na evolução pessoal e no progresso de toda a criação.

Na possibilidade da existência da reencarnação e na possibilidade dela não existir conforme consta nos Evangelhos canônicos; em Deus e na possibilidade de haver realmente um diabo de fato, um anjo que por sua rebelião caiu em desgraça.

Acredito que tudo o que vivemos foi devidamente planejado para o nosso bem e que, todos os nossos encontros, são reencontros necessários para atingirmos o objetivo para o qual fomos criados.

Sim, acredito em milagres e os vejo diariamente, pois todos os dias vejo pessoas se transformando em seres humanos melhores.

Não! Sou absolutamente descrente em relação a qualquer serviço religioso a favor do bem, para mim um mundo sem religiões seria infinitamente melhor para a humanidade, pois a religião é o que divide as pessoas, fragmenta a humanidade, torce a verdade em benefício próprio, cria fanáticos, produz guerras santas, estupra o direito e o livre arbítrio, gera gente ignorante em escala industrial, inflaciona o preconceito, transforma gente de bem em completos idiotas arrogantes, amordaça a inteligência e o bom senso transformando pessoas em anencéfalos, reprime e classifica fisiologias e biologia de forma moral e torpe, assassina a razão a favor de dogmas espúrios, castra, limita, esquarteja o Homem, o limitando ao máximo e o deixando funcionando à míngua. Por outro lado sou totalmente a favor da espiritualidade individual.

Acredito na força da graça, da bondade, da caridade, do auxílio, da compreensão, da boa palavra na hora certa, na cura através do tempo, na restauração e na mudança, no louvor e na gratidão, na multiplicidade de vidas, nos portais dimensionais...

Creio na realidade dos sonhos e na ilusão da realidade, no valor da morte e na vaidade da vida, no valor do perdão e na realidade da compreensão, na importância de relevar e nos assentar um pouco no universo alheio.

Acredito piamente na providência de Deus, em Seu Amor por todos nós e em Sua bondade, mesmo que tudo ao meu redor grite que não e nos mostre misérias e destruições, maldades e perversidades desenfreadas, permaneço crendo que tudo é como deve ser, visto que a minha inteligência é limitada e o meu entendimento obscuro diante da Majestade Daquele que É.

Creio que fomos criados para a independência e que essa independência só será adquirida após o Amor se instalar em nós e pudermos dizer que SOMOS amor e não que TEMOS amor.

Acredito que aprenderemos muito mais observando o Observador e comparando as nossas ações em relação às Dele do que nos mantermos a vida toda no divã. Basta não fazer o que Ele não faz e fazer o que Ele faz.

Creio no silêncio eterno que grita profundamente em nosso espírito, na mudez divina que nos instrui a andar por nossas próprias pernas e a fazer as nossas próprias escolhas e colher as consequências de tudo isso, para o bem ou para o mal.

Acredito na pedagogia da vida, no ensino do dia a dia, nas experiências dos milênios de existência, no aperfeiçoamento de todos.

Enfim, posso dizer que sou um homem de fé, pois creio no inacreditável e vivo de forma tranquila, segura e confiante, já que tudo é exatamente como deve ser.

Nada e nem ninguém tem poder de nos fazer o mal, ao menos não por muito tempo. A cada dia uma nova chance, a cada vida um novo estágio; a cada morte mais uma injeção de consciência.

Viver é a mais fascinante de todas as viagens e a consciência de que não estamos em casa, mas cursando a Universidade do bem é o que mais nos conforta enquanto respiramos, pois todos nós seremos diplomados pela faculdade da consciência.

_/|\_ NAMASTÊ!

Cláudio Nunes Horácio

OBS: Gostou? Baixe o meu 8º livro gratuitamente clicando AQUI





sexta-feira, 3 de outubro de 2014

αγάπη

Esse é o αγάπη - o Amor incondicional, o único amor real. Fácil de teorizar, difícil vivê-lo.

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

ENSINAMENTOS DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA

“APRENDEI A ORAR PELAS PESSOAS E NÃO A OPRIMÍ-LAS”
SAINT GERMAIN

“Amados, parti do princípio de que as pessoas que chegam até vós estão machucadas, mutiladas, arranhadas, porque elas estão de fato. Passaram por muitas batalhas na vida.
Se achardes que são intratáveis ou insensíveis, esse é um mecanismo de defesa que criaram por causa de um coração profundamente machucado.
Curai a ferida, não de forma óbvia nem vos autoproclamando curadores – “agora vou fazer isso por você, agora vou fazer aquilo” – mas fazei-o simplesmente, na quietude do vosso coração. Aprendei a orar pelas pessoas e não a oprimi-las.” "