Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

SEJA GRATO, SEJA FELIZ!

Ser feliz é fácil! Basta ser grato por tudo o que somos e tudo o que temos. Sou imensamente grato porque tenho Deus no coração, possuo a mim mesmo irrestritamente, a melhor família é a minha, pois tenho filhas, netos, irmãos... incríveis, namoro a mulher mais instigante, virtuosa, centrada e sensacional do mundo, trabalho com o que gosto, sou culto e consciente, tenho amigos sinceros, durmo tranquilamente todas as noites, vivi tudo o que quis sem medo do desconhecido, me lancei na vida, me arrisquei, caí e levantei, me reconstruí inúmeras vezes e a cada uma delas me tornei melhor, mais forte e mais feliz. Sei muito bem o que é estar vivo e conheço todos os êxtases disso bem como todas as dores da alma, e tenho plena convicção e consciência de como tudo isso é passageiro.

SOU GRATO, SOU FELIZ!

_/|\_ NAMASTÊ!

EM QUÊ EU CREIO?

Se eu lhe contar no quê acredito você enlouquecerá!
Acredito na vida eterna e na imortalidade da alma.
Acredito no Amor e na união conjugal para muito além de uma única vida terrena, mas sei que há
gente dissimulada, manipuladora, falsa, fingida e infinitamente mentirosa simulando amor inexistente
para se dar bem.

Acredito na morte e na extinção total e irrestrita do amor conjugal não correspondido, não alimentado e não preservado por ambos, visto que não há amor conjugal unilateral; não existe amor não correspondido, pois nesse caso é obstinação, mas jamais amor.

Acredito que o corno é o traidor e que a deslealdade é infinitamente pior que a traição, pois traição é carnal e sexual, enquanto a deslealdade é uma deficiência de caráter espiritual que contamina muito mais do que o corpo do enganador. Sexo pra mim não tem tanto peso quanto o caráter de uma pessoa, por isso vejo a traição sexual como insignificante se comparada a deslealdade da mentira, do engano e do engodo.

Acredito em …

ENSINAMENTOS DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA

“APRENDEI A ORAR PELAS PESSOAS E NÃO A OPRIMÍ-LAS” SAINT GERMAIN
“Amados, parti do princípio de que as pessoas que chegam até vós estão machucadas, mutiladas, arranhadas, porque elas estão de fato. Passaram por muitas batalhas na vida. Se achardes que são intratáveis ou insensíveis, esse é um mecanismo de defesa que criaram por causa de um coração profundamente machucado. Curai a ferida, não de forma óbvia nem vos autoproclamando curadores – “agora vou fazer isso por você, agora vou fazer aquilo” – mas fazei-o simplesmente, na quietude do vosso coração. Aprendei a orar pelas pessoas e não a oprimi-las.” "